Ador e ação

Maio 25, 2010

Ao ficar sozinho, me encontro comigo mesmo.

Paro e me deparo com o meu eu.

Com o que gosto e com o que não gosto

E com o desgosto de ser este eu limitado.

 

É no escuro do meu quarto, junto a tudo que é meu.

Que me encontro no vazio do meu coração.

Sinto implodir-me por dentro. Demolição, reforma, mudança, formatação.

 

“Cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é”

É no silêncio da noite que me encontro com minhas dores.

Com meu sujeito interior, com vontades, desejos, medos

Rancores, inseguranças…

 

Com os outros? Sou o Máximo

Comigo? o Mínimo

Para os outros? O teto, o céu, a doação

Para mim? O piso, o resto, o chão, a dor sem ação

Anúncios

Uma resposta to “Ador e ação”

  1. Camila Says:

    o Paulista,e o Gabriel?!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: